Depoimento: Alfredo Sternheim

Dossië Gilberto Wagner

Por Alfredo Sternheim

Quando soube que teria Gilberto Wagner como montador de Mulher Desejada, fiquei um pouco assustado. Eu o conhecia pessoalmente e ele era bem simpático. Mas me deixei levar por preconceitos: Gilberto era jovem e não parecia ter formação cinéfila. E Mulher Desejada era um projeto bem ambicioso. Eu achava que precisava de um montador mais experiente e com mais conhecimento cultural. Bobagem minha, engano meu.

Além de alegre e amável, mostrou ter uma rápida compreensão do que se fazia necessário ao filme e uma forma terna de trabalhar que não dispensava o ritmo ágil. Foi uma ótima convivência, que se repetiu depois em As Prostitutas do Doutor Alberto, Herança dos Devassos (os problemas criados pelo supervisor argentino não atingiram nossas relações) e especialmente em Tensão e Desejo. Sua colaboração nesses filmes e no derradeiro foi muito marcante. Em Tensão e Desejo, ele mostrou grande desenvoltura na montagem da seqüência do sonho-balé com a personagem interpretada pela atriz Sandra Graffi.

Escrevo estas linhas com muita saudade desse tempo fraterno do Gilberto. Um grande montador e uma grande pessoa.

Alfredo Sternheim é cineasta. Trabalhou com Gilberto Wagner em Mulher Desejada (1978), Herança dos Devassos (1979), As Prostitutas do Doutor Alberto (1981) e Tensão e Desejo (1983).

Anúncios