Noiva da Noite – Desejo de 7 Homens

Especial Francisco di Franco


Noiva da Noite – Desejo de 7 Homens
Direção: Lenita Perroy
Brasil, 1974.

Por Adilson Marcelino

Em Noiva da Noite – Desejo de 7 Homens, Francisco di Franco é um homem em busca de vingança. Tudo porque quando descobriu diamantes em uma cidade, a cobiça de um coronel (Joffre Soares) causou a sua prisão e, pior ainda, a morte de seu irmão. Quando consegue liberdade condicional da pena de 12 anos, ele retorna ao vilarejo justamente no dia do casamento da filha de seu inimigo, a bela Rossana Ghessa. Ele a sequestra, e a partir daí é perseguido pelo noivo e pelos mesmos capangas do crime do passado.

Noiva da Noite tem direção de Lenita Perroy, uma das pioneiras do cinema brasileiro a dirigir um longa-metragem – anteriormente, em 1973, dirigiu Mestiça – A Escrava Indomável, com Sônia Braga. A produção, montagem e co-roteiro é de Sylvio Renoldi, o argumento e co-roteiro de Oswaldo Oliveira, e a direção, cenário, figurinos e co-roteiro são também assinados pela diretora.

A cineasta conduz com mão forte seu enredo, marcado pela ambiência rude e hostil, as bebedeiras, as brigas e as mortes que pontuam a trama de ponta a ponta, sem abrir mão de momentos mais sutis, como a forma como filma nudez discreta de Rossana Ghessa, os sonhos telúricos de amor entre ela e Di Franco, a concepção cênica do final do casal, e mesmo na estruturação da personagem da protagonista feminina. Mas sobretudo, Noiva da Noite é faroeste de ação e aventura que prende atenção e demonstra segurança da diretora.

Como o protagonista, Francisco di Franco encarna um típico papel para sua persona, aliando a beleza viril a momentos de ternura, registrando aqui todo o seu talento.

Anúncios