Entrevista: Toni Cardi

Dossiê Toni Cardi

tonicardifotonovelaA

Entrevista com Toni Cardi

Por Matheus Trunk, enviado especial a Piracicaba

Ele propagou diversas vezes o tipo do machão. No cinema, ficou conhecido como o galã que vivia rodeado de lindas mulheres. Fera nas artes marciais, nunca perdia uma única briga. Mas na vida real, Irineu Antonio Travaglini não é igual aos papéis que interpretou.

Aos 68 anos, Toni Cardi é um sujeito simpático e boa praça. Tanto que na entrevista ficou emocionado quando falava sobre colaboradores que já tinham falecido. Segundo ele, toda sua vivência artística estará em sua biografia, A Simetria de Uma Trajetória, que em breve estará nas principais livrarias. “É um relato importante que eu quero passar até para as pessoas que não conhecem a minha história”, explica. Para entrevistar o galã dos faroestes brasileiros, desloquei-me para Piracicaba, cidade localizada a 100 quilômetros da capital paulista.
 

Parte 1- O início da carreira e os filmes com Mazzaropi

Parte 2- Os trabalhos na Boca do Lixo

Parte 3- Novelas, vivência no ramo imobiliário e o futuro

Anúncios