Depoimento: Celso Sabadin

Dossiê Alfredo Sternheim

Eu conheci o Alfredo quando a gente trabalhava juntos numa revista chamada Classinews Vídeo. Era uma revista destinada ao fã de vídeo, e tudo mais. Eu já era o editor quando ele entrou para ser o subeditor.

Sinceramente, eu não o conhecia.. E foi um período extremamente rico para mim, muito rico, porque o Alfredo veio, na época eu tinha acho que uns trinta anos, mais ou menos, e ele veio com a experiência dele, com a visão que ele tem de cinema, com as histórias deliciosas que ele contava na redação e todo mundo parava para dar risada, histórias de bastidores das filmagens. E eu fui, aos poucos, ficando fã dele.

Depois a revista parou e a gente continuou mantendo uma certa amizade porque o Alfredo, ele é de uma honestidade a toda prova, ele é um sujeito de uma integridade que poucas vezes você vê. Pra ele o que é justo é justo, não tem maracutaia, não quer saber de coisas por fora, de coisas mal explicadas, é extremamente transparente. Daí, inclusive, a eterna indignação que ele tem contra as leis de incentivo à cultura do cinema brasileiro, contra essa política das pessoas pegarem dinheiro público e fazerem filmes que ninguém vai ver, ou quase ninguém vai ver.

Ele é um eterno indignado. E é uma indignação embasada, não é gratuita. Então essa indignação dele faz com que, por um lado, ele sofra muito internamente. Ele tá sempre indignado com isso, escrevendo em blogs, mandando mensagens pra sites, falando aos quatro ventos para quem quiser ouvir, porque ele realmente não compactua com isso. E por outro lado, faz com que ele solte também, não fique preso na garganta, essas coisas não devem fazer mal ao fígado dele, porque ele realmente bota pra fora.

Então eu tenho uma admiração incrível por ele. Não é porque vocês estão fazendo esse dossiê, mas é admiração incrível. É um dos últimos, é um dos últimos honestos, é um dos últimos íntegros, é uma das últimas pessoas de uma retidão incrível dentro do cinema brasileiro.

Celso Sabadin é presidente da comissão julgadora de cinema do IBAC, crítico de cinema do Cineclick, da Revista de Cinema, do Planeta Tela (consultoria e assessoria de imprensa dele), da Rádio Band e da TV Cultura.

Anúncios