Carta ao Leitor

É com muita felicidade que trazemos à cena mais uma edição da Zingu!, agora a de número 46.

E com ela, fazemos um mergulho profundo, sobretudo na produção da Boca do Lixo.

No dossiê do mês, a segunda parte da série de montadores idealizada e editada por Matheus Trunk. Se na edição anterior, o focalizado foi Luiz Elias, agora chegou a vez de Gilberto Wagner.

Com cerca de quarenta filmes no currículo, Gilberto Wagner foi um dos montadores mais atuantes da fase áurea da Boca do Lixo. Gilberto começou a carreira ao lado do tio, o grande cineasta Ary Fernandes, como assistente de Luiz Elias na série Águias de Fogo. Depois, editando comerciais e documentários, e, claro, muitos filmes para os mais diversos cineastas da Boca.

Nomes fundamentais como Ary Fernandes, Osvaldo de Oliveira, José Miziara, Alfredo Sternheim, Roberto Mauro, Walter Hugo Khouri e Antonio Meliande são alguns dos cineastas que tiveram seus filmes montados por Gilberto Wagner.

Para o dossiê, Matheus Trunk fez longa entrevista com Gilberto Wagner, que repassa sua trajetória, além de ouvir parceiros como José Miziara, Alfredo Sternheim e Eduardo Aguilar.

Já no especial desta edição, um foco sobre os 30 anos da estréia de Coisas Eróticas, de Raffaele Rossi e Laerte Calicchio, portanto, 30 anos em que o sexo explícito invadiu a produção da Boca do Lixo.

O especial Boca Pornô – 30 anos apresenta artigo que situa esse acontecimento que agitou as telas e a Boca do Lixo, e, infelizmente, passo fundamental para seu ocaso.

A equipe de Zingu! – editor, redatores e colaboradores – mapeou 15 filmes dos cineastas mais significativos da época e do gênero, muitos sob pseudônimo.

Estão reunidos aqui filmes de Raffaele Rossi e Laerte Calicchio, Roberto Mauro, José Mojica Maris, Alfredo Sternheim, José Miziara, Fauzi Mansur, Ody Fraga, Cláudio Cunha, Jean Garret, Tony Vieira, Juan Bajon, Mário Vaz Filho, Sady Baby e Renato Alves.

Como não poderia deixar de ser, a Zingu! 46 apresenta também suas colunas tradicionais: os dilemas da exibição dos filmes brasileiros; a complexidade do que é cinema brasileiro; um farol contemporâneo; a mítica trilha de Orfeu do Carnaval; e as beldades Soledad Miranda, Angelina Muniz e Thais Fersoza

E por fim, uma ótima notícia: a volta de Daniel Salomão Roque à equipe fixa de redatores da Zingu!.

Ótima leitura!

Adilson Marcelino
Editor-Chefe da Zingu!

Anúncios