Depoimento: Sérgio Andrade

Dossiê Alfredo Sternheim

Conheci o Alfredinho pessoalmente na época que promovi a mostra Cinco Visões de Nosso Cinema, na Biblioteca Prestes Maia, em março de 2007.

Nosso primeiro encontro se deu numa sexta-feira, dia 09, quando eu, ele, o Antonio Carlos, a Andrea Ormond, o Matheus Trunk e o Marcelo Carrard fomos jantar num aconchegante restaurante da Rua Augusta. Até hoje me lembro da generosa porção de bife a parmegiana que nos foi servida, além de muita cerveja e ótimas conversas até altas horas.

O segundo encontro ocorreu no dia 31, na Biblioteca, quando foi exibido Anjo Loiro seguido de um debate com o diretor.

Lembro que ele ficou curioso em saber do Vinícius Del Fiol, dono da fita em 16mm, como ele conseguiu a cópia, já que era dificílima de encontrar. Alfredinho nos falou dos problemas que teve com a censura do regime militar que exigiu muitos cortes, em especial nas cenas de nudez.

Fazia muito tempo que ele não revia o filme. Sentei-me ao seu lado durante a projeção, e ele comentava comigo sobre os locais onde foram realizadas as filmagens, como foi feita tal cena, reclamava dos cortes visíveis. Mas minha maior emoção foi ouvi-lo cantarolar, baixinho, a brilhante música de Mário Edson. Fico muito feliz em ter podido proporcionar esse reencontro entre a obra e seu criador. Como bem disse a Andrea, momentos como esse a gente guarda numa prateleira bem acessível da memória, pra nunca mais esquecer.

Após a exibição, ele debateu a obra com o público, mediado pelo Matheus. Foram quase duas horas que encantou a todos os presentes pela sua inteligência, ótima memória, simpatia e muito bom humor.

Tive a felicidade de reencontrá-lo recentemente na entrega do Prêmio IBAC, do qual ele foi um dos jurados da categoria Melhor Contribuição para Cinema e a Zingu! saiu vencedora.

No coquetel oferecido depois da premiação, tivemos mais uma oportunidade de excelente bate-papo com esse grande ser humano que é Alfredinho Sternheim.

Sérgio Andrade é bibliotecário, amante do cinema brasileiro e redator da Zingu!. Em 2007, promoveu a Mostra Cinco Visões de Nosso Cinema, em que foi exibido Anjo Loiro, de Alfredo Sternheim.

Anúncios