Novo filme de Woody Allen estréia no Brasil

O novo filme de Woody Allen (que estréia nessa semana nos cinemas brasileiros) é muito bom. Ao contrário dos seus últimos dois filmes, em Tudo Pode Dar Certo o diretor volta a se sentir em casa na sua Manhattan querida, tendo como protagonista um velho intelectual que ficou manco após uma tentativa de suicídio. Sempre tive certa preferência pelos filmes em que o próprio Woody Allen representa o personagem principal, no entanto mais uma vez ele não surge em cena nesse novo trabalho, porém não é necessário mais do que quinze minutos para reconhecer que a escolha do pouco conhecido nas telas de cinema Larry David (mais famoso por ser o co-criador do Seinfeld) como o protagonista Boris Yellnikoff é bastante acertada. O seu personagem é um fracassado de mente brilhante em torno de gente medíocre, um divorciado de humor sarcástico e demolidor, rabugento e hipocondríaco, cheio de fixações mórbidas, raiva contida e aversão ao ser humano. Ele conhece na porta de sua casa uma garota sulista, Melody Celestine (Evan Rachel Wood), que fugiu após a separação dos pais e que foi para Nova York sem dinheiro e sem ter onde morar. Não tendo como se livrar dela, o velho aloja a garota em sua residência, só que por mais chato que ele possa ser, Boris é uma figura simpática que parece saída de um desenho animado, e não demora muito a despertar o interesse amoroso da jovem, para ceticismo do intelectual, que resiste as investidas da garota. No entanto, quando Melody lhe conta sobre alguns de seus flertes com homens mais jovens, Boris se decide a encarar essa empreitada, e as confusões continuam com o progressivo aparecimento da mãe, depois do pai da garota, e de sucessivos interesses românticos de cada um desses personagens principais. Pode-se dizer que Tudo Pode Dar Certo é um triunfo como comédia, mas sem ambições maiores como as que vez por outra tem passado pela cabeça de Woody Allen nos últimos anos. Dizer que os diálogos (que incluem citações a E o Vento Levou e A Felicidade Não se Compra) são excelentes é chover no molhado em relação ao diretor-roteirista, e deve-se destacar também o elenco formado por rostos pouco conhecidos, mas todos ótimos em seus papéis.

Anúncios

3 opiniões sobre “Novo filme de Woody Allen estréia no Brasil

  1. Eui ainda estou pensando se vale a pena uma conferida nesse novo do Allen no cinema ou se aguardo em DVD. Estou dividido por causa das críticas que li (que vão do “filme requentado” a “ótima surpresa vinda do diretor”). A decidir.

  2. Eu acredito que vale uma ida ao cinema sim, ainda que o filme não tenha nada de excepcional. Mas certamente se sobressai em meio a quase tudo que vem sendo exibido em nossas telas nos últimos tempos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s